ketelynemdubai

Amigos, esse blog é para contar um pouquinho da minha (nossa, na verdade, Re e minha) nova experiencia para vcs !

Religiões para todos os gostos 18/06/2012

Hoje eu venho aqui comentar um assunto polêmico e curioso … religião … sei que já escrevi vários posts sobre a religião muçulmana, que é a religião determinante em Dubai, mas eu tenho aprendido muito sobre outras religiões aqui tbem, afinal, tirando NY, Dubai é a cidade com mais tipos de religiões que se pode imaginar. Claro que não tem como entrar em detalhes, mas como a maioria das pessoas que eu conheço são católicas ou judias, eu quero comentar um pouquinho mais sobre as outras religiões que são encontradas por aqui.

Primeiro, os muçulmanos aqui, além dos locais, claro, vêem de diversos países como Egito, Libia, Siria, Arabia Saudi, Paquistão, etc … porém, apesar de todos seguirem a mesma religião e os mesmos princípios, há variações entre algumas crenças e até na intensidade que a religião é praticada … No conceito geral, é uma uma religião monoteísta (acredita em um único Deus) centrada na vida e nos ensinamentos do profeta Mohamed, que estão escritos no Alcorão/Corão. Apenas a versão original em árabe é considerada como o Alcorão, as traduções são vistas como mal feitas e não são aceitas na religião. Logo, se você quer se transformar em muçulmano, aprender árabe é sua primeira missão … e lá vai a minha contribuição para a sua primeira palavra:

Alá, Deus Islamico

Alá, Deus Islamico

Antes de rezar os muçulmanos normalmente fazer o Abdesto/ ablução que é um ritual de purificação. As ações do Abdesto para homens são, entre outras:
Lavar a mão direita até ao pulso três vezes, depois a mão esquerda.
Levar água à boca e cuspi-la três vezes.
Gentilmente colocar água nas narinas com a mão direita e espremer o nariz com a mão esquerda para exalar a água.
Lavar a face (desde a linha do cabelo na testa até à barba e de orelha a orelha.
Lavar o braço direito inteiro, incluindo a mão, três vezes, e depois a mão esquerda, três vezes. O muçulmano deverá lavar-se até um ponto acima do cotovelo.
Com mãos molhadas começando as mãos abertas sob a cabeça junto à linha do cabelo, limpar até ao fim da cabeça, onde o cabelo acaba e regressar. Isto só é feito uma vez.
Com dedos molhados, colocar polegares nas costas das orelhas, usar o indicador nas curvas da orelha e o dedo médio para lavar as orelhas. Isto é feito apenas uma vez.
Começando com o pé direito, lavar ambos os pés, incluindo os tornozelos.

Vocês lembram uma vez, nesse post aqui ( Mais 3 bizarrices das arábias – https://ketelynemdubai.wordpress.com/2011/08/17/mais-3-bizarrices-das-arabias/ ), que eu contei que me olham torto porque eu escovo os dentes na pia mas elas lavam o pé, a cara e tudo mais molhando o banheiro inteiro? Pois é …
A maioria dos muçulmanos pertencem a uma das duas principais denominações; com 80% a 90% sendo sunitas e 10% a 20% sendo xiitas (eles acreditam em diferentes sucessores para o profeta Mohamed) e com cerca de 1,5 bilhão de muçulmanos, mais de 20% da população mundial, o islã é a segunda maior religião e uma das que mais crescem no mundo. Eu visitei a mesquita em Abu Dhabi e na minha opinião, independente de religião, é uma das mesquitas mais lindas que eu já vi … parada obrigatória pra quem vem pros Emirados árabes

Mesquita Sheik Zayed - Abu Dhabi

Mesquita Sheik Zayed – Abu Dhabi

Dentro da mesquita

Dentro da mesquita

As primeiras religiões são as derivadas do Cristianismo, com em torno de 2 bilhões de pessoas e em terceiro lugar vem mais de 1B de pessoas sem religião. A quarta é o hinduísmo, religião predominantemente encontrada na Índia e a quinta o Budismo.

Porém, também vinda da Índia, aqui eu me deparei com uma religião relativamente forte, o Sik (comparando com o Brasil, que eu não conhecia ninguém praticante, rs, foi um aumento de pelo menos mil %, rs) … se você não conhece essa religião por nome, você já deve ter visto em algum lugar (pelo menos na tv), homens com turbantes e barbas, como a foto abaixo

Praticante do SIKH

Praticante do SIKH

O sikhismo ou siquismo é uma religião monoteísta e habitualmente é retratado como o resultado de uma mistura entre elementos do hinduísmo e do islã (muçulmana). Tem várias pessoas na IBM que praticam essa religião.
Porém o que me chamou atenção nessa religião foi uma crença o tanto quanto inusitada, que é a crença dos cinco K. Eles são cinco símbolos religiosos usados pelos sikhs que foram iniciados na Khalsa, instituição criada pelo décimo guru sikh, o Guru Gobind Singh, no ano de 1699. Em certas situações, os sikhs podem remover estes símbolos, mas é necessário que estes sejam rapidamente recolocados após a conclusão da atividade.
Kesh – Cabelos sem cortar (*Kesh significa cabelo). Os sikhs não podem cortar o cabelo ou os pêlos do seu corpo. Manter o cabelo comprido é entendido pelo sikhs como uma submissão à vontade de Deus. No caso dos homens isto também implica não fazer a barba e para as mulheres não arranjar as sobrancelhas. Os homens sikhs seguram o cabelo com um turbante branco ou de cor, enquanto que as mulheres usam um lenço comprido.
Kanga – Pequeno pente de madeira (*Kanga ou kangha) guardado pelos sikhs dentro do turbante. Este pequeno pente é utilizado duas vezes por dia pelos sikhs para pentearem o seu cabelo, como sinal de limpeza, ordem e disciplina nas suas vidas.
Kara – Pulseira de aço (*Kara é uma pulseira de aço não ornamentada), dado que não tem funções de decoração pessoal, que se usa geralmente no pulso direito. Simbolicamente representa a união ao guru e à comunidade sikh.
Kaccha – Calção (*Kaccha trata-se de um par de calções curtos, cujo comprimento não pode passar os joelhos). Podem ser usados como peça de vestuário exterior ou como peça de vestuário interior, numa maneira mais de acordo com a cultura ocidental. Os guerreiros sikhs do século XVIII e XIX (a comunidade sikh sofreu historicamente perseguições por parte dos imperadores mogóis) lutavam usando estes calções, que também estão associados à castidade.
Kirpan – O punhal (*Kirpan é um punhal ou uma pequena espada que pode ser usada sobre a roupa ou guardada nesta). O uso do kirpan está autorizado pela Constituição da Índia, país cujo estado do Punjab é o centro e local de nascimento do sikhismo (embora a região histórica do Punjab esteja hoje dividida entre a Índia e o Paquistão).Os sikhs não devem utilizar o kirpan para praticarem o mal. Ele apenas pode ser utilizado para a autodefesa ou para proteger alguém que está a ser atacado.

Pois é pessoal, o que parece maluco pra uns, é crença pra outros, mas o mais legal é que aqui cada um pode ser o que quiser, desde que respeite o outro ! Claro que no islamismo (como é bem conhecido e divulgado) como nas outras religiões tem os extremistas … mas esse tópico vai ficar pra um próximo post, que eu vou contar pra vocês como algumas pessoas, mesmo com MBA internacional e trabalhando numa multinacional, podem se tornar malucos por conta da religião !

Silence, I kill you ;)

Silence, I kill you 😉

* Esse post não visa criticar, fazer apologia ou ofender de qq maneira nenhuma religião. São apenas comentários do que eu tenho tido como experiência. Se de alguma maneira você acredita que tem alguma informação incorreta, favor entrar em contato por e-mail ketelyn21@hotmail.com. Obrigada !

Anúncios
 

2 Responses to “Religiões para todos os gostos”

  1. Rita Says:

    Adorei o teu blog. Fiquei lendo tudo desde o início e achei a tua vida muuuito legal ! Parabéns !! Abraço !

  2. gostei muito do seu blog moro em sao jose do rio preto sp foi muito importante a meu ver


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s